Demanda por testes de Covid em farmácias aumenta 44% em duas semanas no Brasil, diz associação

Foto: SES/Divulgação

A procura por testes de Covid-19 em farmácias de todo o Brasil aumentou 44% entre o fim de novembro e a semana que antecede o Natal, segundo dados da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias) divulgados nesta última quarta-feira (29).

De 29 de novembro a 5 de dezembro, foram feitos 95.674 testes. Após 15 dias, na semana de 13 a 19 de dezembro, foram contabilizados 137.618 testes.

Apesar do aumento de testagens, a porcentagem de resultados positivos caiu. Na primeira semana de dezembro, 9% dos testes feitos deram positivo para Covid, contra 8% na terceira semana.

Segundo a Abrafarma, a explosão pela procura nos testes ocorreu por causa do surto de gripe provocado pela influenza. Os testes buscados são os chamados "rápidos": o sorológico e PCR-LAMP de acordo com a associação.
Testagem baixa
Apesar do aumento neste mês, os números da Abrafarma mostram que a média diária de testes ainda está abaixo do que foi registrado em setembro deste ano.

Avanço da Ômicron
Um levantamento feito pelo Instituto Todos pela Saúde (ITpS) apontou que a incidência da variante ômicron em oito estados brasileiros é de 31,7%.

"Considerando os casos de ômicron, sua rápida disseminação e a atual epidemia de gripe, recomendamos cautela neste período de festas de fim de ano. Máscara, distanciamento e boa circulação de ar em ambientes fechados são estratégias importantes contra a ômicron e o vírus da gripe", alertam os pesquisadores.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário