Governador da BA percorre trecho interditado da BR-330; Rui fez apelo ao governo federal por mais recursos para reconstrução de rodovias

Foto: Divulgação

O governador Rui Costa segue percorrendo as áreas mais afetadas pela chuva no sul do estado. Nesta última terça-feira (28), ele passou pelo trecho interditado da BR-330, que liga Jequié até a BR-101 em Ubatã.

O trecho da cratera fica no km 863 da rodovia. A força do rio danificou a via causando um enorme buraco. Por conta disso, é impossível o tráfego de veículos. Foi feito um desvio pela cidade para veículos de pequeno porte.

No local, o governador conversou com assessores e com um policial rodoviário federal. O governador também fez ligações e repassou a situação do local.

Também nesta terça, após reunião com ministros, o governador pediu que o governo Federal disponibilize mais verbas para as rodovias que cortam o estado.
"Eu queria fazer um apelo, porque não é possível recuperar as estradas federais com R$ 80 milhões para o Nordeste. Com R$ 80 milhões não dá para recuperar as da Bahia, pelo estrago que tem, com vários rompimentos. Eu faço um apelo no sentido de um aporte direcionado ao estado da Bahia, porque o que está publicado, a portaria fala de R$ 200 milhões, sendo para o Nordeste R$ 80 [milhões]".

No mesmo evento, o ministro Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, respondeu que ainda aguarda novas análises para definir novas medidas.

"O governo fez o primeiro trâmite, emergencial. Nós estamos aguardando ainda um diagnóstico mais apurado, para saber qual é a necessidade que vamos ter efetivamente, e será feito o que for necessário para a recuperação das estradas e rodovias, como nas estradas vicinais, a questão das casas, a questão dos acessos. Agora nós vamos precisar de um pouco mais de tempo, para administrar os efeitos dessa catástrofe climática", ponderou Marinho.

Além do km 863 da BR-330, há outras interdições de rodovias federais e estaduais do interior da Bahia por causa das inundações e enchentes causadas pelas fortes chuvas, que atingem o estado desde o mês de novembro.

Nesta terça-feira (28), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou que 12 trechos afetados nas regiões sul, extremo sul e sudoeste baiano.

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário