MP cobra informações sobre controle de vacina em ensaios de verão e réveillons

Foto: Popline

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) enviou um ofício às empresas responsáveis pela realização de festas de réveillon e ensaios de verão em Salvador para verificar o controle da segurança dos eventos e do passaporte de vacina contra a Covid-19. 

De acordo com o órgão, foram oficiadas as empresas responsáveis pelos revéillons do Yacht Club da Bahia, do Clube Espanhol e o Reveillon Felicitá. Além disso, as organizadoras dos eventos ‘Pranchão’, na Arena Fonte Nova, que será realizado dia 8 de janeiro; ‘Baile da Santinha’, com periodicidade a partir do dia 7 de janeiro; ‘Melhor segunda-feira do mundo’, a partir do início de 2022; e ensaios da Timbalada, com retomada a partir de 9 de janeiro.

No documento, o MP pediu, entre outras coisas, que as empresas informem qual o público máximo esperado e qual o volume de seguranças que será disponibilizado nos eventos, com cópia do contrato com empresa de segurança. O órgão também questionou qual o mecanismo de controle de cartão de vacinação que será realizado antes e no momento da realização do evento, impedindo a entrada de pessoas não vacinadas contra o coronavírus.

Além disso, o MP enviou um ofício à prefeitura de Salvador solicitando informações sobre a expedição de alvará para realização dos eventos, bem como as regras administrativas impostas pela administração municipal. Informações sobre a disponibilização de pessoal para controle do trânsito e acesso aos locais, visando evitar aglomeração nas respectivas entradas, também foram pedidas.

*Bahia.ba

Nenhum comentário:

Postar um comentário