Países doam menos de 20% das doses que prometeram à OMS

Foto: Photonews via Getty Images

Os países ricos doaram uma fração das doses que prometeram ao consórcio Covax Facility, iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) para acelerar a imunização contra a Covid-19 de forma igualitária. A informação foi divulgada pela CNN Brasil.

As doações estão demorando mais que o esperado, porque os países têm aplicado doses de reforço na sua própria população e iniciado a imunização de crianças e adolescentes, o que cria um importante dilema ético para o mundo.

Os Estados Unidos, por exemplo, se comprometeu a doar 587,5 milhões de doses, mas só 193,4 milhões chegaram ao Covax até agora, conforme dados reunidos pela plataforma Ourworld in Data, da Universidade de Oxford. Desse total, apenas 140,3 milhões foram efetivamente entregues as nações que necessitam.
Já a União Europeia chegou a anunciar que disponibilizaria 451,5 milhões de doses. Desse total, chegaram ao sistema Covax 298,3 milhões de doses e apenas 57,8 milhões já foram distribuídas e aplicadas.

No Reino Unido, a diferença é ainda maior. Das 100 milhões de doses prometidas, só 26,2 milhões foram entregues ao Covax e 8 chegaram ao seu destino.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário