Trem que descarrilou é retirado de ponte histórica que liga cidades de Cachoeira e São Félix, no recôncavo da Bahia

Foto: Lílian Marques/ G1

O trem que descarrilou na manhã da última terça-feira (7), na ponte Dom Pedro II, equipamento histórico que faz a ligação das cidades de Cachoeira e São Félix, na região do recôncavo, foi retirado do local ontem (8). Apesar do susto, não há registro de feridos.

Através de nota, a empresa VLI, responsável por operar o sistema do trem, afirmou que não houve vazamento do material transportado. No momento do acidente, o trem levava uma carga de óleo diesel.

De acordo com a prefeitura, a estrutura foi parcialmente afetada e, por isso, o tráfego de veículos e passageiros foi interrompido no local.

A ponte tem grande importância para a região e é utilizada diariamente por veículos e pedestres. Apesar da remoção dos vagões, a estrutura segue interditada e é avaliada por técnicos.
Serão necessários sete dias para a conclusão dos serviços. Neste intervalo, o trânsito de pedestres e motociclistas seguirá autorizado, ficando restrita a circulação de automóveis, ônibus e caminhões.

Na tarde desta quarta, apenas pedestres e motocicletas estavam liberados para passarem no local.

A ponte Imperial Dom Pedro II é um dos principais cartões-postais do Recôncavo baiano. Foi inaugurada no século 19, no ano de 1885, e atualmente é tombada pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O equipamento está instalado sobre as águas do rio Paraguaçu e foi importante para o desenvolvimento da região, que já se destacou nacionalmente no cultivo de fumo.

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário