Redução de libido e dificuldade de ejaculação são sintomas comuns da "Covid longa"

Foto: pexels

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, revela que pessoas que sofrem com a "Covid Longa" relatam, entre os sintomas mais comuns da síndrome, a perda de olfato, a queda de cabelo, os espirros, a dificuldade de ejaculação e a redução da libido.

Estes cinco sintomas foram os mais relatados em uma lista com mais de 60, considerados os mais comuns entre pessoas que foram infectadas pelo Sars-Cov-2 e seguiam com as queixas já tendo se passado 12 semanas da infecção.

Publicado na revista "Nature" na última segunda (25), a pesquisa buscou, além de traçar os sintomas mais comuns, levantar quais os fatores de risco associados ao desenvolvimento. Os cientistas da Universidade de Birmingham afirmam no estudo que aproximadamente 10% dos indivíduos com Covid-19 desenvolvem sintomas persistentes. 
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os sintomas geralmente ocorrem 3 meses após o início dos sintomas agudos de coronavírus e duram pelo menos 2 meses, não podendo ser explicados por um diagnóstico alternativo.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário