Quase meia tonelada de pasta base de cocaína que seria entregue em Feira de Santana é apreendida pela PRF

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu no final da manhã deste último sábado (19) na BR-116 Sul, 490 kg de pasta base de cocaína e mais 50 kg de cocaína, que estavam sendo transportadas em uma caminhonete.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o inspetor da PRF, Pedro de Jesus, informou que o material estava sendo carregado da cidade de Ji-Paraná no estado de Rondônia e iria ser deixado no Terminal Rodoviário de Feira de Santana.

"Durante uma abordagem de rotina agora no final da manhã, nós solicitamos a parada de um veículo, uma Mitsubishi Triton L200, e após isso pedimos a habilitação e documento do veículo como de praxe. Fizemos a vistoria do veículo e encontramos na carroceria debaixo das lonas, uma substância análoga à pasta base de cocaína e pó de cocaína. Fizemos o peso, deu em torno de 490 kg de pasta base de cocaína e mais 50 kg de cocaína, portanto foi dado ao motorista a voz de prisão em flagrante. O condutor informou que pegou essa droga em Ji-Paraná e estava vindo para Feira de Santana. Ao ser questionado, ele disse que iria deixar o veículo no Terminal Rodoviário e quem fez a encomenda do material, iria lá buscar", explicou.
Ainda segundo o inspetor, o condutor confessou que teria recebido uma quantia no valor de R$ 15 mil para fazer o transporte.

"Ele disse que saiu lá da cidade na última quarta-feira e recebeu um pagamento de R$ 15 mil para transportar a droga. Ele estava sozinho aqui no momento da prisão e assim como muitos alegam, ele explicou que estava precisando de dinheiro, porém não existem motivos que sejam aceitáveis das pessoas que contribuem para o tráfico de drogas. Isso é um grande prejuízo psicológico, assim como é o descaminho das nossas crianças com relação ao tráfico. O dinheiro bom, é o dinheiro lícito através do trabalho honesto, não existe falta de emprego para quem quer trabalhar", concluiu.

Todo material apreendido foi apresentado na Central de Flagrantes do Complexo de Delegacias do bairro Sobradinho.

De acordo com a PRF, a apreensão de todo o material, é equivalente a cerca de R$ 68 milhões.


*Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário