Com petróleo russo sob sanção, navios-tanques do país ficam sem rumo no oceano há mais de uma semana

Foto: Reprodução

Com o petróleo russo sob sanção, a gigantesca frota de petroleiros oceânicos da Rússia está começando a parar. Nove navios Aframax, de propriedade da Sovcomflot PJSC, estão ociosos no mar há mais de uma semana após descarregar suas cargas, de acordo com dados de rastreamento de navios monitorados pela Bloomberg. 

Isso é mais de um quarto dos navios-tanque da empresa operando nas costas da Europa e da América do Norte.

A Sovcomflot é de propriedade majoritária do governo russo, que detém 83% das ações da empresa, mostram dados compilados pela Bloomberg. 

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário