Gasolina vendida por refinaria de Mataripe é quase 30% mais cara que preço da Petrobrás

Foto: Divulgação

O valor da gasolina praticado pela Refinaria de Mataripe, antiga Landulpho Alves (Rlam), na Bahia, privatizada depois de ser vendida pela Petrobras ao fundo de investimento árabe Mubadala jjá está custando 27,4% a mais do que  a vendida pela estatal.  A estimativa é do Observatório Social da Petrobras (OSP), organização ligada à Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).

A diferença em relação ao valor do diesel S-10 é ainda maior e chega a 28,2%, informou o OSP. Os combustíveis comercializados pela refinaria baiana, privatizada em dezembro de 2021, tiveram novo reajuste no último sábado, o quinto aumento só neste ano. Mataripe tem hoje os combustíveis com os preços mais elevados do Brasil, em comparação com as refinarias da estatal.
O levantamento ainda aponta que a gasolina na Bahia deverá ficar mais cara do que a do Rio de Janeiro, que é hoje o estado com os maiores preços e o maior ICMS do País. 

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário