Quilombolas protestam contra desmatamento em território tradicional no recôncavo baiano

Foto: Reprodução

A comunidade quilombola da Cambuta, em Santo Amaro, município do Recôncavo baiano, irá realizar uma manifestação nesta quinta-feira (3) contra o desmatamento promovido em seu território. Segundo ela, a empresa MEZ Energia está descumprindo um tratado internacional firmado pelo Brasil, que determina que intervenções que possam afetar povos indígenas e comunidades tradicionais devem sempre realizar processos de escuta prévia.

Quilombolas, pescadores, marisqueiras e apoiadores das comunidades tradicionais devem se reunir às 7h na Praça da Bíblia, na cidade, para cobrar aos poderes públicos uma providência contra a ação irregular da empresa na região. A comunidade informa que a obra já foi alvo de embargo do Inema na última quarta-feira (24), mas diz que as equipes seguem trabalhando e degradando o território quilombola. 
O comunicado do quilombo informa que o desmatamento está sendo realizado para instalação de uma linha de transmissão de energia, desde o fim de janeiro deste ano. As Defensorias Públicas do Estado e da União vêm atuando no caso.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário