Suspeito de feminicídio no Paraguai é preso na Ilha de Itaparica, após tentar invadir pousada e agredir filhos

Foto: Google Earth

Um homem foi preso em flagrante por policiais militares por suspeita de agressão e tentativa de invasão a uma pousada, em Amoreiras, próximo a Ponta de Areia, na Ilha de Itaparica. O caso aconteceu na noite da segunda-feira (14).

Ao ser apresentado na delegacia, o homem foi identificado como suspeito da morte de uma brasileira na Cidade do Leste, no Paraguai, onde foi expedido mandado de prisão preventiva pelo Ministério Público Paraguaio. O crime ocorreu em 2018. A vítima, uma jovem brasileira, era namorada dele na ocasião.

Ainda segundo a PM, o homem foi preso após uma confusão em uma pousada que fica ao lado do Condomínio Enseada de Amoreiras. Quando os policiais chegaram ao local, encontraram o homem contido por populares, com comportamento agressivo e agitado.
Ele teria tentado invadir a pousada. O suspeito tinha escoriações pelo corpo, e a PM acionou o SAMU. O homem foi levado para o Hospital de Itaparica, onde recebeu atendimento médico.

Durante o acompanhamento do suspeito, os policiais militares receberam a informação de que ele também teria tentado agredir os dois filhos adolescentes. Os dois jovens foram localizados, após fugirem da casa onde estavam com o pai, e direcionados para o Conselho Tutelar.

Segundo informações, a companheira do preso, que não é a mãe dos adolescentes, também fugiu do local.

Após uma vistoria na residência do suspeito, localizada dentro do Condomínio Enseada de Amoreiras, os miliares encontraram mais de R$ 174 mil em espécie dentro de uma mala, 11 gramas de maconha, 1,8kg de cocaína, algumas joias e uma carteira de motorista expedida no Paraguai.

Após medicado e liberado do atendimento, o homem foi conduzido pelos policiais da 5ª CIPM para a 19ª Delegacia Territorial de Itaparica, onde todo material apreendido na residência dele foi apresentado.

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário