Aneel propõe reajuste da bandeira tarifária, mas diz que cobrança extra não deve voltar

Foto: Beth Santos / Secretaria-Geral da PR

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta última terça-feira (12) abrir consulta pública para reajustar os valores das bandeiras tarifária, que é a cobrança extra aplicada às contas de luz quando aumenta o custo de produção de energia no país. 

O reajuste é um procedimento anual. Pela proposta da agência, os valores das bandeiras amarela e vermelha patamar 1 vão aumentar 56% e 57%, respectivamente. Já a bandeira vermelha patamar 2, a mais cara, terá redução de 1,7%.

A consulta pública ficará aberta de 14 de abril a 4 de maio. Após esse período, a agência voltará a analisar o assunto.
Apesar dos reajustes propostos, a diretoria da Aneel informou que a tendência é que a conta de luz dos consumidores fique sem essa cobrança extra até o fim deste ano, por causa da recuperação dos reservatórios das hidrelétricas.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário