Cinco suspeitos de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas são presos em Salvador

Foto: Divulgação

Cinco pessoas envolvidas em um esquema de lavagem de dinheiro de uma facção criminosa que atua em Salvador e alguns municípios do interior do estado tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça. A ação aconteceu a pedido do Ministério Público da Bahia (MP-BA), através de uma denúncia recebida pela Justiça no dia 7 de março. O sigilo do processo foi retirado nesta última terça-feira (5).

Kléber Nóbrega Pereira (conhecido como “Kékeu”), Taise Conceição Oliveira, Emily Alves Santos, Magna Santos de Santana e Priciane Alves Santos foram denunciados à Justiça por ocultação e movimentação de dinheiro oriundo do tráfico de drogas e também tiveram decretada a indisponibilidade de bens.

Segundo as investigações do Gaeco, Kléber Pereira seria um dos líderes da facção criminosa e teria se utilizado das demais integrantes do esquema para ocultar mais de R$ 1 milhão. “Ele ocultou a origem e a propriedade de valores e elas movimentaram o dinheiro”, diz a denúncia.
As apurações apontam ainda que, para manter o domínio do tráfico, Kléber teria ordenado a prática de crimes de extorsões mediante sequestro, inclusive resultando em morte. Ele também teria comandando as atividades comerciais relativas a entorpecentes, nomeando gerentes e utilizando laranjas, sobretudo mulheres, na movimentação financeira da organização criminosa, especialmente com contas bancárias de passagem, dentre outros delitos.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário