Falso médico é preso em flagrante após realizar atendimentos em cidade baiana

Foto: Reprodução/Vídeo/Cremeb

Um falso médico que atendia no Hospital e Maternidade de Potiraguá, município do sudoeste baiano, foi preso em flagrante na tarde da última segunda-feira (11). Ele foi autuado pelos crimes de falsidade ideológica, exercício ilegal da medicina e falsa identidade.

A Delegacia do Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) no Sudoeste recebeu a denúncia de um falso médico atuando na região, checou os dados no site do Conselho e, com a divergência entre dados e foto, encaminhou a suspeita.

De acordo com as informações da polícia, o falso médico formou-se em Medicina na Bolívia e, para atuar no município sem a devida revalidação oficial, utilizava o número do CRM e nome de um médico devidamente habilitado. 

Além da prisão do suspeito, feita pela Polícia Civil de Itapetinga e Potiraguá, foram apreendidos também carimbo e fichas de atendimento ambulatorial e emergencial de pacientes, já preenchidos, carimbados e assinados pelo investigado. 
O Cremeb afirma que a diretoria do hospital onde o falso médico atuava confirmou que o suspeito se identificava como sendo o médico qual ele utilizava a documentação criminosamente. O conselho também cobra da Secretaria Municipal de Saúde de Potiraguá informações sobre a checagem de documentação do médico na hora da contratação.

O caso é registrado um mês após o Cremeb iniciar a campanha “Cuidado, falso médico mata!”, cobrando dos gestores mais rigor na checagem de documentação quando se contrata um médico e convidando a população e a classe médica a denunciarem quando há suspeita de exercício ilegal de Medicina.

O Conselho Regional de Medicina informou ainda, em nota, que abrirá sindicância para apurar se houve conivência de algum profissional médico na execução do delito e também a responsabilidade do diretor técnico do hospital diante a atuação do falso médico.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário