Ensino médio da Bahia tem índice abaixo da meta pelo sexto ano

Foto: Reprodução

A avaliação do ensino médio baiano ficou, pela sexta vez, abaixo da meta estabelecida pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O índice estabelece uma média para avaliar o ensino que varia de zero a dez e apresenta metas para as unidades da federação e municípios brasileiros, de acordo com a realidade de cada um. Na Bahia, a nota alcançada pelo Indíce, publicado a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), foi de 3,2 quando a meta estabelecida era 4,5.

A  última vez que a Bahia atingiu a meta foi em 2011, quando alcançou uma média 3 no Ideb. Desde lá, o número oscilou negativamente, até fechar em 2019 com 3,2. Um novo resultado deve ser divulgado este ano. 

Além da Bahia, o estado divide a última colocação com o Amapá, Pará e o Rio Grande do Norte. Antes disso, em 2017, o ensino médio baiano era isoladamente o pior do Brasil, com uma média de 2,7. Nos anos fi
nais do Ensino Fundamental, a Bahia ocupa o penúltimo lugar no ranking, ao lado de Sergipe, Rio Grande do Norte e Pará, com uma nota de 4,1. A avaliação está abaixo do planejamento estadual, de 4,5. A pior média foi do Amapá, de 4,0, e somente sete estados conseguiram alcançar o objetivo. 

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário