WhatsApp começa a liberar reações com emojis para usuários

Foto: Divulgação

Uma novidade do WhatsApp animou os usuários nas redes sociais nesta sexta-feira (6): a empresa começou a liberar reações a mensagens com emojis. A chegada do recurso foi anunciada nesta quinta, mas está sendo distribuída aos poucos para os sistemas Android e iOS (saiba como atualizar o app ao fim da reportagem).

Com a atualização, o WhatsApp liberou seis opções de reações para as mensagens: 👍❤️😂😮😢🙏.

A ideia, segundo o aplicativo, é que os usuários economizem tempo e tornem as conversas mais divertidas.

De acordo com o WhatsApp, o recurso deve estar disponível a partir das versões: 2.22.9 para iOS (iPhone) e 2.22.8 para Android. A empresa não dá um prazo para que todos possam usar as reações, mas diz que isso será possível "em breve".
A atualização também deve trazer outras novidades, como o envio de arquivos de mais de 2GB e ampliou de 256 para 512 o limite de participantes de grupos, exceto no Brasil. Por aqui, essa última mudança será liberada somente depois das eleições.

O recurso de reações usando emojis nas mensagens de usuários já está presente no aplicativo rival Telegram (veja um comparativo entre dois mensageiros).

Como atualizar o WhatsApp no iPhone:
  • Acesse a App Store e busque por WhatsApp;
  • Na página do aplicativo, veja se botão azul ao lado do ícone tem a opção "Atualizar";
  • Clique em "Atualizar" e aguarde o download;
  • O WhatsApp vai reiniciar e estará atualizado.
Importante: se o botão azul estiver com a mensagem "Abrir" significa que o seu app já tem a versão mais atual disponível. Nesse caso, é preciso verificar novamente após alguns minutos.

Como atualizar o WhatsApp no Android:
  • Acesse a Play Store e busque por WhatsApp;
  • Na página do aplicativo, veja se há um botão verde com o título "Atualizar";
  • Clique em "Atualizar" e aguarde o download;
  • O WhatsApp vai reiniciar e estará atualizado.
Importante: se o botão verde trouxer a mensagem "Abrir" significa que o seu app já tem a versão mais atual. Nesse caso, é preciso verificar novamente se a atualização estará disponível após alguns minutos.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário