CNH digital só pode ser emitida junto com documento físico na Bahia

Foto: DENATRAN

A Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNH-e) só pode ser emitida na Bahia junto com o documento físico. A informação é do Departamento Estadual de Trânsito do Estado da Bahia (Detran-BA).

A resolução 886 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que regulamenta a nova CNH e começou a valer na quarta-feira (1º), afirma que o documento pode ser emitido "em meio físico e/ou digital, à escolha do condutor".

No entanto, na Bahia, só é possível emitir a versão digital se o condutor solicitar primeiro a versão física.

De acordo com o departamento, o preço para emitir a carteira física mais a carteira digital é R$ 198 mais os exames clínico e oftalmológico (R$125). Se for a atividade remunerada inclui o valor de R$ 170 para custear o exame psicológico.
Nova CNH
Nesta semana, o Detran-AM começou a emitir a nova CNH, um modelo que traz mudanças significativas, que vão de alterações na identidade visual, inclusão do nome social e dos pais afetivos. Para os habilitados que já possuem a atual CNH, a mudança não será obrigatória.

Para quem tem o modelo anterior, a CNH digital está disponível para todo motorista que teve o documento físico emitido a partir de 2017. O acesso é gratuito, ocorre por meio de um QR Code impresso na habilitação, e o modelo digital tem a mesma validade do papel.

A nova CNH mantém o QR Code. O código armazena todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista. Pelo regulamento, atualmente, não há diferença de preço para o motorista no processo de emissão da carteira de habilitação digital ou impressa.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário