Começou o Melhor São João da Bahia, em Santo Antônio de Jesus


Os festejos juninos vão até o domingo (26), com apresentações de 32 artistas locais, 
regionais e nacionais.

Santo Antônio de Jesus deu início ao Melhor São João da Bahia, nesta quarta-feira (22), com shows de Kart Love, Tarcísio do Acordeon e Calcinha Preta, a atração mais esperada da noite. Antes, subiram ao palco dois artistas da terrinha: Zé de Belém e Os Cumpadi.

Com a trégua da chuva no início da noite, os santoantonienses levantaram poeira,
arrastando o pé no Melhor São João da Bahia. Para cumprir o cronograma e horários, foram preparados dois palcos, nos quais as bandas iam se revezando. O que foi cumprido à risca nessa primeira noite.

Quando Tarcísio do Acordeon subiu ao palco, o público foi ao delírio e mostrou que
tinha os hits na ponta da língua. Nesse momento, a chuva abaixava a poeira da arena, mas não esfriava os ânimos. Como disse o artista, a Bahia é mesmo muito apaixonada.
Característica que se confirmou com a chegada da Calcinha Preta, que encerrou a
primeira noite com chave de ouro. A banda sergipana se apresentou na capital do
Recôncavo após anos longe e fez a galera relembrar os velhos tempos das festas de São João. No repertório, Mágica e Cobertor, que não podiam faltar, e outros sucessos, que o público cantou literalmente do começo ao fim. Para quem ficou esperando o show, Silvania, Daniel Dial e Bell Oliver não decepcionaram. Foi de emocionar.
Para essa quinta (23), são esperados João Gomes, Unha Pintada e Solange Almeida, além de Flor do Nordeste, Verena Santana, Luziel Andrade e Mara Ribeiro. Animam ainda as noites de Santo Antônio, até domingo (26), Simone e Simaria, Adelmário Coelho, Thiago Aquino e Barões da Pisadinha, entre outros. A expectativa é de que passem pelo Melhor São João da Bahia cerca de 100 mil pessoas por dia. 

HOMENAGEM
Este ano, os palcos receberam nomes de personalidades da cidade, como forma de homenagem da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo e da prefeitura àqueles que tanto contribuíram para a cultura regional. Os principais foram batizados de Assis Amâncio, grande artista santoantoniense, e Correia de Melo, o saudoso poeta boêmio. 
A Vila do Forró recebeu o nome de Bonfim Mercês, criador do Jegue Trio, sucesso nas micaretas da cidade. O Alternativo chama Renan Rocha, da banda Kamikaze, falecido ano passado vítima de Covid-19.


*ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário