Secretária de Saúde da BA fala sobre aumento no n° de novos casos da Covid-19: 'Principal medida é o incentivo a vacinação'

Foto: Igor Santos/Secom

A secretária de Saúde da Bahia, Adélia Pinheiro, falou, nesta última quarta-feira (1°), que o estado registrou um aumento discreto no número de novos casos da Covid-19. De acordo com a gestora, a Sesab acompanha a situação de outros estados, principalmente do sul e sudeste do país.

"A Bahia conta atualmente com um aumento discreto do número de casos novos. Houve uma ampliação da proporção de positividade de casos no Lacen”, disse Adélia Pinheiro.

“Estamos observando que no sul e sudeste do país um aumento do número de casos já, com maior ênfase no Paraná, e tudo isso é motivo de acompanhamento nosso”, concluiu.

De acordo com dados divulgados pela Sesab, no sábado (28), estado tinha 303 casos. No domingo (29) e na segunda-feira (30), a secretaria contabilizou 45 casos, mas na terça (31), surgiram mais 493 casos.
Com o aumento dos casos, Adélia Pinheiro pediu para que as pessoas que ainda não se vacinaram contra a doença, procurem os postos de saúde.

“Cabendo destacar que nesse momento a principal medida do enfrentamento é o incentivo a vacinação. É importante que você que não tomou a primeira e a segunda dose procure uma unidade de saúde para tomar a sua vacina”, afirmou.

Na terça-feira, a prefeitura de Guanambi, no sudoeste da Bahia, determinou que o uso de máscara volta a ser obrigatório em ambientes fechados. A medida foi adotada após o crescimento de casos ativos de Covid-19 no município.

No entanto, para a secretaria de Saúde do estado, o aumento ainda não justifica o retorno do decreto que obriga o uso das máscaras.

“O município de Guanambi teve um aumento de caos atualmente de 0,02%. É um aumento muito pequeno, no dia de hoje observamos que são 10 casos ativos de Covid-19 e portanto, dentro das medidas de enfrentamento à pandemia, não há justificativa técnica para obrigatoriedade do uso de máscaras, como estamos fazendo em toda a Bahia”, avaliou.

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário