Sesab não divulga dados sobre a Covid-19 pelo quarto dia consecutivo e volta a apontar falha em sistema do Ministério da Saúde

Foto: Divulgação / Sesab

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) não informou os dados das últimas 24 horas da Covid-19 no estado, pelo quarto dia consecutivo, nesta última segunda-feira (6).

De acordo com o órgão, o problema foi causado mais uma vez pela instabilidade na plataforma e-SUS Notifica e SivepGripe, do Ministério da Saúde, que realiza o registro dos casos ambulatoriais e internações da Covid-19 no Brasil.

O problema afeta diversos estados brasileiros e foi reportado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Segundo informações da Sesab, diversas tentativas para a extração de dados foram feitas sem que houvesse sucesso na operação. As equipes de tecnologia do órgão, da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb) e da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Divep) contactaram o Ministério da Saúde, mas até o o final da tarde, não houve reestabelecimento da conexão.
A Sesab informou que a Bahia é pioneira na integração de três bases ministeriais desde o início da pandemia da Covid-19. Os dados dos sistemas e-SUS Notifica, SivepGripe e o GAL/Lacen são extraídos de modo automatizado e uma série de algoritmos desenvolvidos pela equipe de tecnologia retiram duplicidades para ter uma base íntegra e fidedigna ao cenário epidemiológico.

No entanto, a Sesab lamentou que após o lançamento da nova versão do e-SUS Notifica pelo Ministério da Saúde, erros e instabilidades tornaram-se recorrentes.

O órgão de saúde afirmou que assim que ocorrer o reestabelecimento da conexão com o sistema ministerial, a secretaria disponibilizará para acesso público, a base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus.

Ainda segunda a secretaria, a base de dados vai ficar disponível em no site da transparência.

Vacinação
Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 4 óbitos. Até o momento temos 11.605.162 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.691.217 com a segunda dose ou dose única, 5.920.340 com a dose de reforço e 295.768 com o segundo reforço.

Do público de 5 a 11 anos, 953.669 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 506.454 já tomaram também a segunda dose.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário