OMS recomenda redução de parceiros sexuais como prevenção a varíola dos macacos

Foto: José Cruz / Agência Brasil

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, recomendou nesta última quarta-feira (27) que homens que fazem sexo com outros homens reduzam o número de parceiros sexuais como forma diminuir a transmissão da varíola dos macacos. 

De acordo com o portal Metrópoles, o conselheiro da OMS em programas sobre o HIV, Andy Seale, afirmou que a doença já é considerada sexualmente transmissível, mas ainda não é classificada formalmente como tal.  

“No caso da varíola dos macacos, não podemos simplesmente recomendar o uso da camisinha porque envolve o contato de pele com a ferida também. Por isso, estamos recomendando redução do contato próximo”, informou Seale.
Ao BN, o infectologista Ricardo Rosário explicou que a varíola dos macacos é transmitida através do contato íntimo e duradouro, e por isso apenas o preservativo sexual não é eficaz para prevenção da doença.

No último sábado (23), a OMS declarou a varíola dos macacos como uma emergência de saúde global. Até a data do comunicado do estado de emergência,  mais de 16 mil casos já foram relatados em 75 países.


*Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário