Inadimplência da carteira de crédito no Brasil soma R$ 92 bilhões, maior registro desde 2012

Foto: Divulgação

Um levantamento do Painel de Operações de Crédito do Banco Central aponta que as dívidas não pagas referentes à carteira de crédito no Brasil chegaram a R$ 92 bilhões neste ano. O valor corresponde a 2% dos R$ 4,6 trilhões que o país tem na certeira. 

Essa inadimplência registrou ligeiro crescimento, se comparada ao final de 2020, quando, em dezembro daquele ano, estava em 1,86%. Em termos percentuais, a situação é melhor que dez anos atrás, por exemplo, quando essa inadimplência atingiu 3%. Em contrapartida, àquela altura a carteira de crédito pouco passava dos R$ 2 bilhões. Em outras palavras, em cifras absolutas, os R$ 92 bilhões de inadimplência atuais são o maior montante desde 2012, pelo menos.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário