Mesmo com protesto da torcida, Bahia anuncia contratação do lateral Marcinho

Foto: Reprodução TV Bahêa

O diretor de futebol do Bahia, Eduardo Freeland anunciou, nesta última segunda-feira (1), as contratações do lateral direito Marcinho e do meia-atacante Ricardo Goulart. O acerto com o primeiro gerou protesto de torcedores do tricolor nas redes sociais. 

O lateral está respondendo na Justiça por ter atropelado e matado um casal de professores em 2020. Na ocasião, o jogador fugiu sem prestar socorro às vítimas. 

Segundo o jornal Correio, em coletiva à imprensa, Freeland disse que tem uma boa relação com Marcinho e com seus familiares. Os dois trabalharam juntos no Botafogo, time que o lateral defendia quando aconteceu o atropelamento. 
"Entendendo o histórico que eu tenho com Marcinho, um jogador que eu tive o prazer de trabalhar na base do Botafogo, um jogador que recebi lá quando tinha 15, 16 anos. Conheci a sua conduta, o seu caráter e todo o entorno do Marcinho. É um jogador que sempre foi profissional em suas condutas, sério e dedicado", disse o diretor de futebol do Bahia. 

Freeland também afirmou estar ciente do processo envolvendo o jogador e que o contrato prevê que o Bahia não será afetado caso Marcinho seja condenado por homicídio culposo. 

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário