A cada oito minutos, uma mulher ou criança é estuprada no Brasil

Foto: Elza Fiuza/Arquivo/Agência Brasil

O Brasil registrou um crescimento de 14,9% nos casos de estupros de meninas e mulheres em comparação ao primeiro semestre deste ano e mesmo período do ano passado. Com 34 mil casos, isso significa que uma menina ou mulher sofreu violência sexual a cada 8 minutos no 1º semestre.

Os dados são do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que também registrou crescimento dos feminicídios e homicídios femininos, no mesmo período. 

De acordo com a entidade, o aumento do número de estupros e de estupros de vulnerável é o maior da série iniciada em 2019, quando foram registrados mais de 29 mil casos ao ano. Em 2020 os números caíram no primeiro semestre, provavelmente por causa das medidas de isolamento impostas pela pandemia de Covid-19 e a dificuldade de acesso aos locais de denúncia.
Todas as regiões apresentaram crescimento nos casos. Sendo a maior variação na região Sul (32,4%), seguida da região Norte (25%) e do Nordeste (13,2%). No Centro-Oeste o aumento foi de 9,7% e no Sudeste a alta foi de 4,8%.

O perfil das vítimas de estupro do Brasil indicam que a maior parte das vítimas é de crianças, e os crimes acontecem dentro das próprias casas, com a autoria de pessoas conhecidas, geralmente familiares.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário