Centro de Tratamento Oncológico para atender pacientes do SUS é inaugurado no Hospital Santa Izabel

Fotos: Valter Pontes/ Secom PMS

A prefeitura de Salvador entregou nesta última sexta-feira (24) o novo Centro de Diagnóstico e Tratamento Oncológico Adulto para atender exclusivamente a pacientes via Sistema Único de Saúde (SUS), dentro das instalações do Hospital Santa Izabel (HSI), em Nazaré.

A estrutura foi inaugurada pelo prefeito Bruno Reis (União) e por Ana Paula Matos (PDT), vice-prefeita e secretária de Saúde (SMS) do município. A nova unidade aumentará em 30% a capacidade de atendimento do local, de acordo com a gestão municipal.

A obra foi fruto de um convênio firmado entre a administração municipal e a Santa Casa da Bahia, instituição gestora do HSI. O novo centro possibilitará assistência integral, resolutiva e acolhedora aos pacientes em tratamento do câncer na capital baiana, prestando serviços ambulatoriais e de alta complexidade. O investimento foi superior a R$3 milhões, recursos destinados pela prefeitura.
Com a nova estrutura, novos serviços serão ofertados para a população, como um novo núcleo de tomografia computadorizada e um novo núcleo de ultrassonografias. O espaço também concentra laboratório de análises clínicas e oferece PET-Scan - exame de diagnóstico para identificar precocemente o câncer e analisar a evolução de algum tumor.

“Aqui serão atendidos pacientes que são regulados pelas nossas unidades de saúde. 100% dos pacientes virão dos bairros de Salvador, de pessoas que procuram os nossos postos de saúde e necessitam de tratamento oncológico. Elas virão para cá, onde receberão um tratamento humanizado, de qualidade, realizado por especialistas na área e por uma instituição renomada e de relevantes serviços prestados, como é a Santa Casa. Tenho certeza que, com isso, estamos levando uma oferta ainda maior de serviços para a população e ajudando a salvar vidas”, afirmou Bruno Reis.

A prefeitura aponta que, antes da obra, a unidade hospitalar contabilizava 2 mil atendimentos mensais numa área de 200 m². Para realizar os exames demandados, os pacientes tinham que percorrer diferentes prédios do hospital.

Agora, com o novo centro de tratamento oncológico, de 600 m², a rotina passa a mudar, já que a estrutura poderá receber pacientes num só lugar, proporcionando mais rapidez e precisão diagnóstica. Ana Paula Matos destacou que a capacidade de atendimento aumentará em 30%.

“Mas, sobretudo, a qualidade desse atendimento melhora. Porque, antes, as pessoas tinham que ficar correndo de um lado para o outro e lidar com muitas questões. Agora, vão estar aqui, num centro humanizado, organizado, com maior capacidade de atendimento. A Santa Casa presta um serviço belíssimo. O nosso Hospital Municipal é gerenciado por eles e é o tempo inteiro elogiado pelos pacientes. Essa forma de gestão conjunta é uma forma de gerir bem o recurso público, de descentralizar, possibilitando que, aquele que tem a melhor condição de prestar o serviço, o faça”, afirmou a vice-prefeita.

*Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário