Marcelinho explica como foi sequestrado e afirma que há “muitas falácias na internet”

Foto: Reprodução/Redes sociais

O ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca divulgou, na madrugada desta terça-feira (19), um vídeo ao lado dos filhos e dos netos afirmando que há "muitas falácias na internet" sobre o seu sequestro, e declarou está feliz por voltar para casa. Marcelinho ficou desaparecido entre domingo (17) e segunda (18), após ser sequestrado em Itaquaquecetuba, na grande São Paulo, após sair do show do cantor Thiaguinho na Neo Química Arena, em Itaquera, zona leste da capital.

No vídeo, Marcelinho repetiu mesma informação dada em uma coletiva de imprensa no Palácio da Polícia na tarde de ontem (18), após ser liberado do cativeiro. Ele afirma que foi coagido pelos criminosos a gravar um vídeo que circulou pelas redes sociais em que ele aparece dizendo que foi sequestrado por ter saído com uma mulher casada. 

Ele ainda conta que foi ao show de sábado com um casal de amigos e saiu de lá sozinho. Em seguida, teria ido encontrar outros amigos em Itaquaquecetuba para entregar ingressos do mesmo show, que ocorreria novamente no domingo, já que não conseguiria ir ao evento. Nesse grupo de amigos estaria a mulher que aparece com ele no vídeo que teria sido gravado pelos sequestradores.
Marcelinho diz que um baile funk acontecia algumas ruas acima do lugar em que ele parou para encontrar os amigos. Quando foi cumprimentar algumas pessoas, acabou rendido por um grupo armado e colocado em um carro com a amiga. Segundo ele, uma terceira pessoa também chegou a ser empurrada para dentro do veículo, mas conseguiu sair. O resgate de Marcelinho ocorreu após a Polícia Militar ser acionada. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, cerca de R$ 40 mil foram levados do ex-atleta. Cinco pessoas foram presas.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário