Ministério de Minas e Energia analisa convite para Brasil fazer parte da Opep+

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, analisa um convite enviado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo e Aliados (Opep+) para o Brasil fazer parte dos aliados do grupo a partir de janeiro de 2024. A informação foi divulgada pelo G1.

Segundo a Secretaria de Comunicação Social do governo, até o momento não há uma deliberação sobre o convite. No entanto, nesta quinta-feira (30), a Opep sinalizou que a parceria com o Brasil já foi oficializada.

"A reunião deu as boas-vindas a Sua Excelência Alexandre Silveira de Oliveira, Ministro de Minas e Energia da República Federativa do Brasil, que aderiram à Carta de Cooperação da OPEP+ a partir de janeiro de 2024", diz um trecho da nota emitida pela organização.
A preferência pela Opep+, que discute as opiniões dos países produtores de petróleo, foi explicada por Silveira. “Do grupo da Opep não faz sentido participarmos. Mas o da Opep+, aceitamos analisar o convite, porque o objetivo dele é discutir a posição dos países produtores de petróleo nesta fase de transição energética no mundo”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário