Governo adia obrigatoriedade de vistos para turistas dos EUA, Canadá e Austrália para abril

Foto: Aeroporto de Guarulhos. Arquivo/Agência Brasil

O governo federal vai adiar para 10 de abril a exigência de visto para turistas dos Estados Unidos, Austrália e Canadá. Os e-Visas seriam cobrados a partir de 10 de janeiro, no entanto, a medida foi negociada após pressão de empresários e agentes do setor do turismo, que argumentam que o visto burocratiza e limita a intenção da viagem do público estrangeiro ao Brasil.

O martelo foi batido em reunião nesta última quinta-feira (4) com o vice-presidente, Geraldo Alckmin, e o adiamento da exigência deve sair no Diário Oficial da União (DOU) ainda hoje, de acordo com o g1. 

O Itamaraty diz que a obrigatoriedade de vistos para turistas dos EUA, Austrália e Canadá é uma forma de garantir a igualdade de tratamento, já que há exigência de visto para os brasileiros que viajam a esses países.
COMO A MEDIDA VAI FUNCIONAR?
O pedido de vista para quem tem passaporte americano, canadense e australiano precisará ser feito pelo endereço eletrônico da VSF Global, empresa contratada pelo Ministério das Relações Exteriores. O custo será de US$80,90 ou R$396,41 pela cotação do dólar do dia, que está R$4,90. 

O visto eletrônico vai ter o mesmo prazo de validade dos vistos convencionais e permite múltiplas entradas no Brasil por até 90 dias. O prazo de emissão vai ser de cinco dias úteis.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário