Meta anuncia mudanças na política de conteúdo para adolescentes no Instagram e Facebook

Foto: Imagem de Freepik

A Meta anunciou mudanças na política de conteúdo para adolescentes nas redes sociais controladas pela empresa, Instagram e Facebook. Os conteúdos tratando de suicídio, automutilação ou transtornos alimentares, por exemplo, não aparecerão para adolescentes, mesmo se forem compartilhados por alguém que eles seguem.

A empresa explicou no comunicado sobre a importância de pessoas compartilhando suas histórias de luta contínua contra pensamentos de automutilação, no entanto, para eles, esse é um tema complexo e não é necessariamente adequado para todas as idades. "Agora, começaremos a remover esse tipo de conteúdo da experiência de adolescentes no Instagram e no Facebook, bem como outros tipos de conteúdo impróprio para a idade”, explica o comunicado da empresa.
A Meta acrescentou que já não recomenda os conteúdos considerados impróprios para adolescentes nos Reels e no Explore, mas a mudança passará a ocultá-los no Feed e no Stories, mesmo se alguém que eles sigam compartilhe algo do tipo. Além disso, a empresa disse que todos os adolescentes com contas no Instagram e Facebook passarão automaticamente a se enquadrar nas configurações de controle de conteúdo mais restritivas de ambas as plataformas, mesmo que as contas sejam antigas.

Quando as pessoas procurarem por conteúdo sensível, tais como automutilação ou transtornos alimentares, elas também serão automaticamente direcionadas para recursos especializados em oferecer ajuda sobre esses temas, como associações ou canais oficiais de saúde mental.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário